Notícia: Vacinas de RNAm contra a COVID-19

Publicado em 11/12/2020

Vacinas de RNAm contra a COVID-19


Vacinas de RNAm contra a COVID-19

Entre as vacinas em desenvolvimento contra o SARS-CoV-2, algumas utilizam RNAs mensageiros (RNAm) que codificam proteínas do vírus.

Elas representam uma nova tecnologia em vacinas, já que o usual é a utilização de versões enfraquecidas ou inativadas dos agentes causadores das doenças.     

 

Mecanismo de ação 

As vacinas contêm fitas de RNAm em um revestimento que as protegem da degradação por enzimas e as auxiliam a penetrar nas células musculares próximas ao local da administração.

No citosol, as instruções do RNAm são usadas para a produção de um trecho de uma proteína de superfície específica do SARS-CoV-2, a proteína “espícula” ou “spike”.  

Depois disso, o RNAm é degradado e a proteína produzida é expressa na superfície das células, auxiliando o sistema imunológico a produzir anticorpos e ativar células T.   

 

Informações importantes

  • As vacinas de RNAm não são capazes de causar a COVID-19
  • Elas não penetram o núcleo das células e não interagem com o DNA humano

 

Vantagens das vacinas de RNAm

  • Utilizam moléculas não infecciosas
  • Requerem menor tempo para produção
  • Existe potencial para o desenvolvimento de uma vacina única que proteja contra várias doenças

 

Fontes consultadas:

ANÔNIMO. Nanomedicine and the COVID-19 vaccines. Nanotechonol., v. 15, nov. 2020. Disponível em: <https://www.nature.com/articles/s41565-020-00820-0>. Acesso em 10 dez. 2020.
CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Understanding and explaining mRNA COVID-19 vaccines. Disponível em: <https://www.cdc.gov/vaccines/covid-19/hcp/mrna-vaccine-basics.html>. Acesso em 10 dez. 2020.

 

Tem dúvidas sobre medicamentos? Entre em contato conosco: http://bit.ly/contatocimcrfpr